terça-feira, 4 de dezembro de 2012

Aequilibrium



Quando aquilo que amava,
Já não é mais permitido,
O que fazer?

Quando o beijo que esperava,
Se converte em fel ressentido,
O que temer?

Quando o amigo que confiava,
Se torna o perverso inimigo,
Como não sofrer?

Quando tudo que importava,
Perde todo o sentido,
O que querer?

A vida nos dá,
A vida nos tirá.
Buscas felicidade?
Tenha ousadia.
Quer ser feliz?
Entrega tua vida.

Um comentário:

  1. Este foi sem dúvida o melhor poema que li.
    Voce aqui diz tudo.
    Parabéns

    ResponderExcluir

Lembre-se: Comentários são muito bem vindos quando visam acrescentar aos textos mensagens de relevância e de gosto compatível com o texto publicado, mas não o são quando são em tons pejorativos ou de incompatibilidade total com o texto. Agradecemos a compreensão.